Ana, catarinense que ama escrever!

Hoje, sexta-feira

​Oi. Difícil explicar tudo que tem sido essa semana. Ela simplesmente quis aparecer e trazer uma belíssima dor de cabeça. Visto que meu amor pela paixão da minha vida continua crescendo, necessito da presença dele aqui agora apenas pra embaraçar meu cabelo molhado no travesseiro. Eu sei, presença não quer dizer nada, mas se não houver o toque carinhoso dele em meu rosto ou o colo de minha mãe quando isso se faz necessário ou simplesmente chorar dentro do abraço de alguém vez ou outra seria complicado sobreviver nesta sociedade. Presença conta. Conta mais a presença de coração do que física, mas conta.

Complicado explicar o sorriso que decidiu aparecer em meu rosto hoje de manhã, o motivo? Hoje é sexta-feira e o Sol resolveu aparecer cedinho. É uma simples sexta, corrida como outra qualquer, mas ela chegou e apresentou-se avidamente em minhas olheiras ao me olhar no espelho. Mas chegou.

Esse dia foi um ponto positivo numa semana cheia de tropeços, sei que não foi só para mim, por isso tirei o dia para notar felicidade. Felicidade que é feita de presença e isso me deixou impressionada! As pessoas ficam tão felizes com a presença de um pequeno e tímido sorriso sincero que retribuem e assim elas fizeram que este gesto recíproco fosse presença na minha sexta-feira. 

Presença conta, e eu sou grata a ela.

Ela é Louca, sabe?!

Ela é louca de pedra, nem queira entender.

Ela não só vive no mundo da lua, como também é apaixonada pelas estrelas. Olha para o céu e se imagina vagando por elas, num sonho simples, em um lugar onde todas as pessoas ali amam-se e são felizes ao lado das outras, local que já está toda planejado e armado em seu coração, sua mente e por onde passa deixa um pouco de si mesma, um pouco dessa loucura.

É diferente, e talvez um pouco desengonçada.

Por onde passa, fala dos seus sonhos e dessa vontade tão grande de mostrar aos outros esse lugar que para ela existe, mas está escondido em meio a tantos sentimentos que, segundo ela, estão abaixo dos prédio cinza sem graça e escondidos nos milhares de rostos cansados e tristes de cada dia.

Fazer o que, avisei que era louca, não adianta querer mudar! Mas ora essa, querer viver num planeta onde não há inveja, ciúmes, tristeza, materialismo ou qualquer coisa do tipo!

Realmente essa menininha é maluca…

Entretanto, eu também quero ser assim, ao invés de sobreviver em um mundo no qual julgamos por aquisições, desejo ser louca e fazer do meu lugar, um mundo cheio de alegria e sonhos cheios de esperança a se realizar.

Jeito único de viver, é o dela. Ser única assim, só ela. E por isso ela é linda por ser louca, louca de assumir seus sonhos, louca de abrir o que pensa e sente, por não se privar de ver o lado bom das ações que correm ao seu redor, não deixa de lado a vida que lhe foi dada.

Garota que não deixa de ser o que nasce sendo, assim ela é quem aventura-se ser! E assim também eu queri viver!

O Sol lá de fora

goic3a2nia-3

Olhando o dia cinza á fora da sala, percebi o Sol escondido no canto do riso do céu.

Ali, bem no cantinho. Querendo aparecer.

Assim nossa felicidade funciona. Muitas coisas ruins podem apagar nossas emoções. Porém, sempre existe algo de bom para aparecer no canto de nosso riso, irradiando nossa alma em um esplendoroso olhar, cheio de vida e alegria.

Sair na rua, em dias como este, é um desafio tremendo. Os seres humanos acordam de mau humor por conta do frio, e quando saem na rua, expressam essa infelicidade sem perceber. Estamos cheios disso em nossa sociedade. As pessoas vivem para acordar, de cara fechada, trabalhar, e se estressar, chegar em suas casas e dormir. Repetem tudo, e novamente, sempre!

Sem vida, sem emoções, sem sorrisos…

Quando passamos por alguém e abrimos um sorriso, colocamos um toque de cor no dia do outro, detalhe que faz falta em muitas vidas.

Deveríamos estar vivendo! Mas viver realmente! Rir, chorar, brincar, mesmo sendo adultos, falar besteiras, ter conversas séria e ser gente, não seres que vivem se abastecendo de meios risos e aquisições, querer tornar-se seres a cada manhã correm atrás de viver.

Correm atrás do amar a vida.

 

(Comentem o que acharam, sugestões são muito bem-vindas, beijos!)

O sorriso do dia

 

Que o dia torne-se um riso constante e que tenhamos esperança de que o dia seguinte será uma risada inesquecível.

Que o amanhecer seja colorido, mesmo que o céu esteja cinza, e que continue a se colorir com sorrisos e olhares que sorriem para os outros.

Pode ser que encontres pessoas com os risos ao contrário, dia difícil, pode ser. Então lembre-se que o dia é tu quem colores.